Estética Facial

A Oftalmologia Integrada está inaugurando um novo serviço de Estética Facial. Nele serão oferecidos serviços ligados à plástica ocular e aplicação de toxina botulínica (BOTOX).

O objetivo é oferecer este novo serviço estético com todo o cuidado e preparação técnica que caracteriza a Oftalmologia Integrada da Serra Gaúcha há tantos anos.

A plástica ocular é uma subespecialidade dentro da oftalmologia responsável por tratar as alterações na região das pálpebras e dos tecidos ao redor dos olhos. Tem como objetivo o restabelecimento do contorno palpebral, melhorando a expressão do olhar e da aparência, além de ser reparadora, propondo-se a melhorar alterações de causas genéticas, causadas por traumas, inflamações ou pelo próprio envelhecimento.

A toxina botulínica, mais conhecida como BOTOX, é uma substância amplamente utilizada com finalidade estética. É indicada para amenizar rugas dinâmicas, causadas pelas expressões faciais, e rugas estáticas, que aparecem mesmo quando o rosto está parado.

Por isso, pode ser usada no combate às rugas da testa, glabela (entre as sobrancelhas) e ao redor dos olhos. O efeito começa a ser observado em três ou quatro dias, permanecendo de quarto a seis meses.

Para homens e mulheres adultos, que começam a apresentar algumas marcas de expressão na pele do rosto, o BOTOX é o tratamento indicado.

Blefaroplastia é uma cirurgia estética para melhorar o aspecto das pálpebras superiores e inferiores, eliminando as bolsas de gordura, flacidez e rugas, rejuvenescendo a região em torno dos olhos. A operação é realizada com anestesia local e sedação.

A cirurgia retira o excesso de pele previamente marcada e também o excesso de bolsas de gordura. Em casos de ptose palpebral (queda da pálpebra), o médico reinsere o músculo elevador da pálpebra superior.

A obstrução das vias lacrimais é uma doença comum e os principais sintomas são o lacrimejamento excessivo, sensação de olhos constantemente úmidos e infecções recorrentes da via lacrimal.

A dacriocistorrinostomia (DCR) é a cirurgia realizada para a desobstrução do canal lacrimal a fim de resolver estes problemas.

Há uma série de tumores benignos e malignos que podem afetar a região das pálpebras.

Um importante fator de risco para o aparecimento de tumores palpebrais, especialmente carcinomas, é a exposição solar ao longo da vida.

O tratamento das lesões malignas e das lesões benigna com alteração estética é a remoção cirúrgica.

Entrópio e ectrópio são as lesões mais frequentes das pálpebras. As duas influem no globo ocular e necessitam de intervenção cirúrgica. Entrópio é uma alteração que se manifesta por uma inversão para dentro do bordo palpebral. Pode afetar tanto a pálpebra superior como a inferior, isto faz com que haja um contato permanente dos cílios com a córnea, irritando-a e provocando um lacrimejar constante. O Ectrópio é a formação inversa do entrópio. O bordo palpebral virado para o exterior deixa de proteger a conjuntiva causando desconforto e lacrimejamento.

Pode ser congênito ou adquirido.

Atendimentos de estética facial todos os sábados pela manhã

Entre em Contato

Telefone: (54) 3454-4647

R. Gen. Osório, 309 - 503 - Centro, Bento Gonçalves - RS

TOP